"A massa arrasa tudo o que é diferente, egrégio, individual, qualificado e selecto. Quem não for como toda a gente, quem não pensar como toda a gente, corre o risco de ser eliminado". Ortega y Gasset

23
Abr 09

"Otelo Saraiva de Carvalho promovido a coronel"

 

Os portugueses foram, hoje, confrontados com esta vergonha nacional. Como pode ser possivel promover um personagem destes.

 

Um personagem que liderou uma rede bombista, que cometeu assaltos, que contribui para o desmantelamento dos principais grupos económicos, que assassinou Portugueses, como recorda, com dor, Manuel Castelo-Branco, pela morte do seu pai.

 

Aproveito para me solidarizar com Manuel Castelo-Branco e seus familiares.

 

Só mesmo, nesta espécie de país, é que esta vergonha acontece. Não conheço País algum, em que membros de redes bombistas sejam promovidos, antes pelo contrário. Todos conhecemos casos, de países, em que são reabertos casos antigos de crimes de sague. Mas aqui, no indigenato, cometer crimes de sangue, dá direito a promoção e a ser tratado como heroi.

 

Mas a esquerdalha que pretende branquear a história, promovendo criminosos a herois, é a mesma que acha a promoção do coronel Jaime Neves, a Major General, uma afronta ao projecto libertador de Abril.

 

Mas fazendo uma simples pesquisa relativa ao Coronel Jaime Neves, percebe-se o porquê da esquerdalha se incomodar tanto com essa promoção. É que o Coronel Jaime Neves, não foi um criminoso, antes pelo contrário, atentemos no seguinte texto:

 

" Após o 25 de Abril de 1974 a sua unidade e o seu comando são mal vistos, porque ele não alinhou nos exageros revolucionários.  A sua acção nos acontecimentos do 25 de Novembro de 1975 foram decisivos para dominar os rebeldes militares que no 11 de Março desse ano tinham revelado instintos de guerra civil.  A unidade de Comandos era a principal unidade operacional de infantaria do Exército.  E Jaime Neves foi o cérebro do êxito no sentido de travar, definitivamente os intentos dos golpistas.

 

Pena é que a esquerdalha que domina este país, faça de tudo, para que não se fale nos verdadeiros homens deste país, aqueles que merecem todas as condecorações e promoções, homens íntegros.

 

CABE-NOS A TODOS NÓS, NÃO DEIXAR CAIR NO ESQUECIMENTO ESTES HOMENS, COMO O CORONEL JAIME NEVES, E DENUNCIAR  OS CRIMINOSOS.

publicado por o_blase às 21:13

Gostei muito da tua nova casa.
Conta com umas visitas minhas de vez em quando.
Kiss kiss

Anónimo a 23 de Abril de 2009 às 22:25

Realmente não podemos deixar cair no esquecimento homens como estes. Homens que foram criminosos de guerra devem ser sempre lembrados.

Lê aqui (http://salvoconduto.blogs.sapo.pt/78337.html) sobre as chacinas em Moçambique - sob o comando do Jaime Neves - e depois vem-me cá falar em "verdadeiros homens" e em "homens íntegros".
Frank Carlucci a 26 de Abril de 2009 às 22:42

Frank Carlucci

Agradeço o comentário.

Confesso que desconhecia essa situação, que a ser verdade é de uma enorme gravidade. E quando digo, a ser verdade, não é duvidar de si, mas apenas, investigar essa situação, nada mais que isso. Porque nunca tinha ouvido falar dela, e mesmo o comunicado do PCP, linkado no meu post, nada refere relativamente a esses acontecimentos.

O meu post tinha por base questões internas do país, e aí, eu sei que Otelo foi operacional da rede terrorista FP25 de Abril, que matou gente, que desmantelou o tecido económico nacional, que roubou os bens às pessoas,e sei do que estou a falar. E por vezes, tenho a sensação que se quer omitir isto, transformando Otelo , numa espécie santo.

Espero que continue a visitar e a comentar o blogue.
o_blase a 26 de Abril de 2009 às 23:57

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO